Procura-se o microfone da TV Globo

28/02/2015 14:03

Causou estranheza a ausência do microfone da TV Globo na entrevista em que Randolfe Rodrigues presta esclarecimentos sobre a abertura da CPI do HSBC. O senador do PSOL lamentou que “o escândalo do Suiçalão” venha sendo sistematicamente ignorado pelos grandes veículos de comunicação no Brasil

randolfe cpi hsbc
O senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) concede entrevista sobre a CPI do HSBC (Imagem: Agência Senado)

A iniciativa do senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) na última quarta-feira incomodou centenas de milhares de pessoas. O parlamentar foi o responsável pela coleta de assinaturas para a implantação da CPI do HSC-Swissleaks no Senado Federal

Em menos de 24 horas Randolfe conseguiu 31 assinaturas, mais do que o mínimo necessário para a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito. A lista dos que assinaram tem senadores da base do governo e também da oposição

O Brasil é o quarto país em todo o mundo com mais envolvidos no esquema de sonegação bilionário; são 8.667 nomes. Destes, apenas algumas dezenas foram divulgados por Fernando Rodrigues, blogueiro do UOL, único a ter acesso à lista dos brasileiros sonegadores.

Randolfe concedeu entrevista coletiva para a imprensa nesta quinta-feira (26) para prestar esclarecimentos sobre a abertura da CPI, mas causou estranheza a ausência do microfone da TV Globo na sabatina. A tímida cobertura da Globo sobre o escândalo suscita suspeitas de que a emissora esteja na lista (até agora secreta) do HSBC. O banco, por muitos anos, foi patrocinador oficial do Jornal Nacional. (Fonte:https://www.pragmatismopolitico.com.br)


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!